Desfrute.net - A Palavra de Deus como nosso alimento diário Deus deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade - 1 Timóteo 2:3-4

Canais

· Página Inicial

· Artigos

· Dicionário Bíblico

· Weblog

· Guia de Sites

· Livro de Visitas


Sobre o Site

· Cremos que...

· Nossa visão

· Desfrute!?


Etc

· Contate-nos

· Mapa do Site

Sobre o texto
Seção
Artigos

Publicado em
26-10-2002

Versão para Imprimir

Enviar por email

Comente!

A Igreja em Filipos

No nosso desfrute do Estudo-Cristalização de Filipenses pudemos ganhar alguns princípios do "bom início da igreja em Filipos". Temos que orar ao Senhor para estarmos sensíveis e poder praticá-los. Este princípios estão em Atos 16, onde mostra como surgiu a Igreja em Filipos:

1. Restrição do Espírito: em Atos 16:6,7, quando Paulo quis ir para Ásia, o Espírito Santo não permitiu, quando queria ir para Bitínia, o Espírito de Jesus não o permitiu. Assim, ao servir o Senhor, precisamos ter a clara noção de que há lugares que o Espírito não quer que vamos e, por outro lado, na obra, fazemos aquilo que Espírito quer.

2. Visão: ainda em Atos 16:9,10, o apóstolo Paulo, depois da restrição sofrida pelo Espírito, durante a noite teve uma visão na qual apareceu um varão macedônio pedindo para que ele passasse na Macedônia afim de ajudá-los. Paulo concluiu que o Senhor tinha aberto oportunidade para pregar o Evangelho, nessa altura já estava em Troade, mas preferiu seguir a visão. Sendo assim, na obra, precisamos de visão, pois é ela que nos leva para onde ir.

3. Fluir do Espírito: ainda em Atos 16:13, o apóstolo Paulo, fez algo incomum quando chegou em Filipos. Geralmente, quando chegava numa cidade, a exemplo de Éfeso, procurava logo uma sinagoga, vez por outra saia muita discursão. Mas em Filipos não foi assim. Ele foi procurar um lugar para oração e lá encontrou um lugar "à beira do rio". Isso indica que nossa tarefa na obra é procurar sempre o Fluir do Espírito, isto é, uma "beira do rio", pois caso contrário, nossas emoções tomam de conta de tudo e somos governados por ela e comprometemos os resultados.

4. Oração: quando Paulo chegou em Filipos (At 16:13), ele não procurou, em dia de sábado, uma sinagoga, mas um lugar para oração. Isso é um forte princípio para nós. Se grande parte do que pretendemos fazer, for precedido de oração, grandes males evitares e confrontos com as pessoas. Essa atitude de Paulo mostra que havia crescido, eu também quero tomar esse caminho.

5. Frutos: a casa de Lídia (At 16:14,15) e a casa do Carcereiro (At 16:25,32,33). Se somarmos os quatro pontos acima: Restrição + Visão + Fluir do Espírito + Oração = Frutos. Esse é o caminho que devemos tomar daqui para frente. Tanto a casa de Lídia, como a casa do carcereiro, foram frutos desses princípios associados. Além disso, a reação de Paulo na prisão, oração e louvores, com Silas, levou o carcereiro e sua casa a receber o Senhor. Que também nosso desfrute e regozijo no Senhor produza frutos para o Senhor.

(Texto baseado em e-mail de um irmão de Brasília que migrou para Moçambique, África)

Versão para imprimir | Enviar por email | Comente!

Participe

Diga-nos o que você achou do Desfrute.net. Envie-nos o seu comentário ou sugestão!"


Leia com Oração

Deus deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

1Timóteo 2:2-4


Gostou do site?
Então recomende!
Todos os direitos reservados.
Para reproduzir conteúdo deste site no todo ou em parte, entre em contato.